TOP
Estudos

“Como é a faculdade de jornalismo?”

E eu não disse que íamos continuar com a saga de posts de vestibular? Pois então, mais um curso aqui para vocês que ainda estão na dúvida do que cursar. Hoje iremos falar de jornalismo e para isso, convidei nossa querida fotógrafa Taiane Sandes, que fez este curso e começou a faculdade no segundo semestre de 2009, concluindo no segundo semestre de 2013.

Por que escolheu esse curso? O que te motivou?

Eu estava cursando o terceiro ano e, com 16 anos na época, não tinha muita certeza do que escolher para cursar. Pela escola tínhamos que visitar algumas faculdades em Salvador e numa dessas idas fui apresentada ao curso de jornalismo e me interessei, mas sem muita certeza. Tanto que pro vestibular a minha primeira opção era jornalismo e a segunda opção era nutrição (rs).

O que uma pessoa que ainda não iniciou a faculdade, pode esperar?

Um curso bem completo, que mistura muita prática e teoria na medida certa para poder formar um bom profissional. Pode esperar muita disciplina interessante, mas não espere aprender regras de português durante as aulas. É obrigação de todo jornalista saber escrever bem, mas nem sempre é assim que as coisas funcionam. Mas é um curso que abre bastante a nossa cabeça, que nos “força” a pensar diferente e ter mais conhecimento e senso crítico. Durante as aulas geralmente tínhamos debates que eram bem interessantes para absorver conteúdo.

Quais foram suas maiores dificuldades durante a faculdade?

Muitas leituras difíceis. A gente está acostumado com livros didáticos muito simples de ler na escola. Quando chega na faculdade temos muitas disciplinas teóricas que apresentam autores que tem muitos pensamentos difíceis de digerir. Então a dificuldade era entender e absorver todo aquele conteúdo novo e conseguir aplicar no dia a dia.

Quais foram as suas expectativas pra depois da formatura? Foram atendidas?

Na verdade quando eu me formei já sabia que não ia querer querer trabalhar com jornalismo. Gostei muito do curso, aprendi bastante, mas ainda não era aquilo que queria pra mim. Então acabei não criando nenhuma expectativa em relação ao mercado de trabalho na área.

Se não fizesse esse curso, qual gostaria de fazer?

Talvez cinema porque seria o mais parecido com fotografia, que é o que eu realmente quero pra mim. Mas graças ao jornalismo conheci um pouco mais sobre essa profissão que escolhi e estou hoje.

O curso tem muito mais teoria do que o que se imagina. Pra quem pensa que vai entrar no curso e dar de cara com todas as ferramentas do jornalismo (tv, rádio, impresso, internet, etc), calma lá! Não é bem assim… hahaha. Mas acho que a parte teórica é fundamental para “moldar” futuros formadores de opinião. Acredito que é essencial ter uma base muito boa já que nessa profissão lidamos diariamente com o público e não podemos publicar qualquer coisa. E é importante se permitir e experimentar todos os veículos de comunicação para saber qual você se identifica mais. Eu torcia o nariz para a TV e no final das contas não foi uma experiência tão ruim assim. Então é bom aproveitar o máximo que a universidade oferece para estar o mais preparado possível para a “vida de adulto”.

Tags:  

Julie Chagas

Julie Chagas tem 23 anos, mora em Salvador – Bahia e ama se vestir bem e ficar de olho nas últimas tendências do mundo fashion.

«
»

14 COMENTÁRIOS

  • Regiane Nepomuceno em 9 de Maio de 2017

    Faço publicidade e temos muitas matérias afins do Jornalismos, principalmente as teóricas. Amoo cada uma delas, tirando Semiose do Discurso midiático que estou morrendo fazendo ela.. kk
    Amei seu relato, muito esclarecedor. Parabéns.

    Beijos

    Responder
    • Julie Chagas em 9 de Maio de 2017

      Hahahaha!! Não faço ideia do que seja essa matéria…
      Mas enfim que tenha gostado, fico muito feliz em saber :*

      Responder
  • Lívia Madeira em 9 de Maio de 2017

    eu fiz faculdade de moda e na época super pensei em cursar jornalismo tbm, adorei essa tag e saber mt mais sobre o curso!

    Responder
  • Lulu em 9 de Maio de 2017

    Independente da área que a gente escolha, não existe profissão perfeita sem dificuldades. O sucesso chega, mas tem que ralar e muito.
    Big Beijos,
    Lulu

    Responder
    • Julie Chagas em 9 de Maio de 2017

      Sem dúvidas, Lulu! Todos os cursos possuem dificuldades… não existe essa de curso fácil ou difícil 🙂

      Responder
  • Thami Sgalbiero em 9 de Maio de 2017

    Eu ia fazer jornalismo porque meu sonho era trabalhar em uma redação de revista, hahaha! Mas na hora de escolher o curso, li um pouco mais sobre Publicidade e acabei escolhendo PP mesmo. Mas tive aulas que eram junto com os alunos de jornalismo, então tenho contato com alguns e vejo o que eles fazem, acho legal. Então pode ser que tenha uma pontinha de jornalismo querendo ser cursada aqui em mim sim, haha! Enfim, adorei o post!

    Responder
    • Julie Chagas em 10 de Maio de 2017

      Feliz que tenha gostado do post, Thami! Eu também pensei em cursar jornalismo, hahaha.

      Responder
  • Thalita em 9 de Maio de 2017

    Uma amiga minha ta fazendo e amando

    Beijos

    Responder
  • Kaila Garcia em 9 de Maio de 2017

    Excelente post, essa era uma das opções do meu marido, mas ele escolheu fazer direito! ❤

    Responder
  • Alessandra Canofre em 10 de Maio de 2017

    Se eu fosse cursa faculdade novamente, adoraria escolher o jornalismo!

    Beijinhos ❤

    Responder

what do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *